Em 18 novembro de 2022 foi realizado o 2º Encontro da Diáspora Brasileira de Ciência, Tecnologia e Inovação na França na Embaixada do Brasil em Paris, neste post irei compartilhar um breve resumo da minhas observacoes do evento.

A primeira metade do evento contou com um painel composto por Susi Dal Belo, gerente de pesquisa da L’Oreal, Andre Pierre Mattei, diretor de inovacao SENAI/PE e CEO GrapeHawk, Mariana Mesel-Lemoine, chefe de acompanhamento de carreiras do Institut Pasteur, Franceline Reynaud, professora na Universidade de Lorraine, onde cada um dos participantes compartilhou sua trajetoria e visao sobre a relacao Brasil-Franca no tema Ciencia, Tecnologia e Inovacao, infelizmente cheguei ao final desta mesa e nao tomei notas especificas das falas de cada participante.

O segundo painel tem inicio com Debora Freitas, coordenadora do PUB-Paris, ela faz um resumo da sua trajetoria academica e profissional desde o Brasil em 2003 na UNIPAC ate chegar aos dias atuais em Paris na Franca, sua trajetoria inclui um doutorado sanduiche no departamento de fisica em Harvard, passando pela PUC-Rio, ESPCI-Paris-PSL, e hoje atua como gerente de projetos P&D na Microfactory.

Alem da sua trajetoria pessoal, Debora lembra tambem sua colaboracao na criacao do PUB-Paris surgido a partir do 1º Encontro da Diáspora Brasileira de Ciência, Tecnologia e Inovação na França realizado em 2021, e finaliza convidando a todos para o proximo encontro do PUB-Paris que ocorrera em 20 de Janeiro de 2023 as 19h na Maison des initiatives étudiantes (MIE).

Em seguida Luis Fernando nos apresenta a APEB-BR, onde ele é presidente, uma associacao dedicada aos brasileiros na Franca com mais de 40 anos de existencia, tendo participacao academica e cientifica na organizacao de eventos, estimulo na criacao de redes de brasileiros e outras nacionalidades, incluindo muitos outros paises lusofônicos, a APEB-BR tem sido uma referencia de apoio para outras instituicoes que visitam a Franca, e tem participacao historica em momentos relevantes, como por exemplo, ter participado dos esforcos de construcao constituicao de 88, historicamente tem servido tambem de apoio ao recepcionar embaixadores, politicos e outros atores que visitam o pais.

Ainda sobre a APEB-BR, ouvimos as palavras da vice-presidente Isabella Vieira, sobre a participacao da APEB-BR na promocao de eventos incluindo coloquios, lancamento de livros, palestras, mesa-redondas, apresentacoes artisticas e culturais, incluindo musica, cinema, teatro, entre outros. Isabella Vieira nos convida para o proximo encontro da associacao que ocorrera em 19/11/2022 na Maison do Bresil a partir das 10h da manha e finaliza lembrando que a participacao na APEB-BR é livre e nos convida a fazer parte desta bela iniciativa.

A proxima fala vem do Roberto Abramovich, presidente da France-Bresil Empreendedores (FBE) fundada em 2022, relata sua trajetoria ao sair do Brasil passando pela Suica e muitos outros paises ate chegar na Franca, hoje conta com uma ampla rede de conexao atraves da FBE com empresas do Brasil, Franca e Suica, atuando especialmente na criacao de redes para reduzir o isolamento empresarial, trabalhando na solucao de problemas que sao comuns entre empresarios atuando no cenario internacional, desde questoes juridicas e fiscais, ate apoio em como se posicionar ao fazer negocio no pais. Lembra ainda que a associacao eh livre seja como empresa ou individualmente.

Angela Santana diretora interina da Maison du Bresil na CIUP, parabeniza a organizacao do evento e nos recorda que foi na Maison du Bresil onde surgiu a APEB-BR a partir das muitas reclamacoes sobre atrasos no pagamento de bolsas dos estudantes brasileiros que ali viviam na epoca. Conta que a Maison sempre teve um papel central na rede de estudantes brasileiros aqui vivendo na Franca e que com a pandemia este papel se enfraqueceu devido ao isolamento vivido por todos, mas que agora o momento esta mudando e o papel da Maison tem voltado a normalidade, espera que a maison do bresil retome sua missao que eh o acolhimento que tem sido sempre num espirito de interacao muito positivo e gostaria que isto fosse ampliado para todos nao apenas os que la vivem. O comite da casa comecou a realizar seminarios toda semana as quinta-feiras 19h e tem sido enriquecedor, especialmente pela forte natureza multidisiplinar, incluindo temas de todas as areas da ciencia, medicina, biologia, astrofisica, traducao, literatura, matematica, tecnologia, etc…

O encerramento do evento foi realizada por Andre Maciel, ministro conselheiro da Embaixada do Brasil, diz que este evento e de suma importancia para o aprimoramendo da missao da embaixada, acredita que o Brasil precisa ir ao mundo e este evento tem um papel extremamente significativo neste sentido, fala dos problemas dos paises emergentes em relacao aos numeros e dos problemas classicos de quem trabalha no campo internacional, enxerga o evento realizado hoje aqui como um vetor de projecao nacional e portanto sera sempre bem-vindo na embaixada

Finaliza destacando o papel historico da Ciencia nas Nacoes Unidas, hoje um tanto quanto distante, mas como brasileiro e diplomata gostaria de relembrar o nome da brasileira Bertha Lutz, sufragista, eleita deputada, mandato caçado, e em 45 atuou na delegacao brasileira em Sao Francisco onde se redigia a Carta das Nacoes Unidas, onde por sua sugestao foi incluido o principio da isonomia entre homens e mulheres na carta, uma cientista, brasileira. Dai lembra do papel central dos cientistas em pautas politicas e pretende estar presente na terceira edicao do evento no proximo ano, fortalecendo sempre o tripe onde atua a embaixada ouvindo e dialogando com os diversos atores do governo, empresas e academia.